Central de Atendimento 13h às 21h81 3328-1481 / 9.9934-1106

RIFA – Revista Interdisciplinar da Faculdade Anchieta

Processo de avaliação pelos pares

O processo editorial da RIFA ocorre em 3 etapas eliminatórias, descritas a seguir:

1. Na primeira etapa o artigo recebido é analisado pelo Editor e na sequência pelo Coeditor para a qual o artigo foi submetido para revisão de admissão (desk review). Os editores podem eventualmente solicitar um parecer às cegas dupla de um membro do Corpo Editorial Científico (especializado dentro da área do artigo) para apoiar sua decisão. Nesse processo, os editores se certificarão de que o artigo cumpre os requisitos básicos para ser acolhido no processo editorial: – Relevância científica; – grau expressivo de contribuição teórica e/ou metodológica para a área de conhecimento; – Ineditismo; – correção da linguagem; – Boa apresentação geral; – Lista de referências bibliográficas que represente o estado da arte na temática tratada e abranja necessariamente os artigos publicados nos últimos cinco anos na academia brasileira e internacional; – Adequabilidade à política editorial e da seção para a qual foi submetido. Artigos que não estejam de acordo com esses requisitos básicos ou com os critérios e características técnicas exigidas pela RIFA (veja política editorial, políticas das seções temáticas e orientações aos autores) serão rejeitados pelo Editores.

2. A segunda etapa corresponde à avaliação anônima dos artigos encaminhados para publicação pelo sistema de avaliação às cegas dupla. Os artigos serão encaminhados pelos Editores a avaliadores ad hoc, escolhidos a partir de suas áreas de especialização, disponibilidades e cujas afiliações sejam de estados diferentes dos estados dos autores. Os Editores de Seção coordenam essa fase do processo editorial. Os artigos aprovados serão encaminhados ao Editor com sugestão para sua publicação. Os Editores podem eventualmente solicitar um parecer às cegas dupla de um membro do Corpo Editorial Científico (especializado na área do artigo) para apoiar sua decisão.

3. Na terceira etapa do processo de avaliação o Editor toma a decisão final sobre a publicação. Eventualmente o Editor pode solicitar a um membro do Comitê Científico que valide em um processo de avaliação às cegas dupla as etapas anteriores. Nesse caso, o artigo aprovado na fase anterior e os respectivos pareceres dos avaliadores ad hoc (não identificados) são encaminhados ao um membro do Comitê Científico (especializado na área do artigo) para análise e validação. Os artigos aprovados são apresentados e recomendados para publicação ao Editor pelo membro do Comitê Científico.

As atividades do processo editorial se pautam pelos seguintes critérios utilizados para avaliação dos artigos são os seguintes:

TÍTULO
Título reflete com precisão o que se pretendeu com o artigo

INTRODUÇÃO

  • Possui o enunciado do problema de pesquisa
  • Apresenta as justificativas para a realização do estudo
  • Relata pesquisas anteriores relevantes que permitiram a contextualização do estudo
  • Apresenta diferenças em relação aos outros estudos já publicados
  • Deixa claro o que está sendo respondido (objetivo)
  • Promove avanços do conhecimento sobre o que está sendo estudado
  • No caso de estudo empírico, apresenta as proposições ou hipóteses que estão sendo criadas, redefinidas ou acrescentadas
  • Apresenta claramente o design de pesquisa, no caso de pesquisa empírica
  • Apresenta argumentos que destacam as razões da relevância do estudo
  • Aponta claramente o que é conhecido e o que não é conhecido
  • O tema é atual, envolve criatividade e ineditismo na abordagem FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
  • Reflete o estado da arte do que está sendo investigado
  • Proporciona suporte convincente para o conhecimento científico relativo ao tema abordado
  • Apresenta relações causais lógicas ou empíricas ao se estabelecer proposições ou hipóteses
  • A revisão da literatura deixa explícita quais foram as bases utilizadas
  • A revisão da literatura inclui estudos com no máximo 5 anos de defasagem em relação à data da submissão
  • Identifica-se no estudo uma “conversa” crítica entre os autores citados
  • Se o estudo é um ensaio teórico, há uma tese formulada no seu início
  • Os argumentos utilizados no ensaio teórico suportam a tese inicial
  • O ensaio teórico traz contribuição científica relevante MÉTODO – ANÁLISE
  • Descrição clara do método – abrangente, objetivo
  • Método adequado ao problema de pesquisa
  • Análise adequada ao método
  • Análise realizada com profundidade DISCUSSÃO – CONCLUSÃO
  • Os achados questionam os achados de outros estudos
  • Os resultados possuem conexão direta com o que foi exposto na Introdução
  • A discussão mostra argumentos convincentes do avanço alcançado na área de conhecimento estudada
  • As conclusões consideram que o efeito do tempo é um fator de alteração dos resultados. Isto é, os resultados têm validade futura
  • A conclusão reafirma a importância do estudo e é convincente na justificação do preenchimento da lacuna identificada
  • Não apresenta resultados empíricos ou lógicos desconectados dos objetivos LIMITAÇÕES – ESTUDOS FUTUROS
  • O estudo deixa explícitas quais foram as limitações
  • O estudo apresenta considerações sobre estudos futuros.
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com